fbpx

Como vender nas 4 maiores redes sociais

16/06/21

As redes sociais atualmente são muito mais que uma vitrine on-line. É o principal meio para consolidar a sua marca num mercado cada vez mais competitivo. 

Ao mesmo tempo que posts podem se tornar virais em segundos, lutamos constantemente para receber o máximo de views, atrair curtidas e novos seguidores nos mesmos segundos. É uma luta constante para manter ‘‘saudável’’ os resultados de insights (no Instagram são aqueles dados que mostram no canto esquerdo do post sobre: curtidas, impressões e perfis que vieram das hashtags e também seguidores novos que o post trouxe). 

Infelizmente a sensação de estarmos tentando entrar num trem em movimento não passa, e realmente é assim que funciona na prática. 

Trabalhar com redes sociais não é fácil, e só quem tem acesso aos bastidores pode entender a dimensão do que estamos falando.  

Se você está começando agora, aconselho você assistir ou ler nosso primeiro post sobre este tema para entender a organização e estruturar o perfil comercial antes de vender pelas redes sociais.

Se já colocou aquela lição na prática, vem comigo que hoje vamos falar das 4 redes sociais que bombam aqui no Brasil. E claro, você também tem que saber usar todas as ferramentas de cada uma delas.

1º o YouTube

Sim, depois de ultrapassar o Facebook em 2019, o YouTube é a rede social mais usada no Brasil. Por isso, quem busca vender nas redes sociais precisa considerar uma presença no site de vídeos. Veja como fazer: Crie um canal com o um Gmail criado para a sua empresa – Parece óbvio mas preciso reafirmar que tanto o seu site como todas as suas redes precisam ter a mesma identidade visual. A seguir pesquise e estude sobre ferramentas simples para edição de vídeos que você possa, se possível baixar e usar gratuitamente, ou pelo menos que seja de fácil utilização e baixo custo.

Indicamos para começar o Inshot que é gratuito e você pode usar o mesmo aplicativo de celular para diversos formatos de vídeos que você vai ter que fazer para as demais redes sociais (Reels, IGTV, Stories e etc.). 

Temas das pautas –  Publique vídeos diversificados, com dicas sobre o mesmo ramo que atua, história da empresa, cases, novidades do seu segmento de atuação, dicas de uso de produtos e serviços;

Otimização dos vídeos para SEO – Serve para ajudar nas buscas e pesquisas do seu conteúdo tanto dentro do próprio Youtube como em geral no Google. Afinal, quando temos uma dúvida a primeira coisa que fazemos é buscar explicação no Google.
Então, use títulos e descrições que contenham palavras chaves de busca, isto é, como as pessoas escrevem quando querem encontrar algo na pesquisa. E nas tags palavras relacionadas com o conteúdo que está fazendo. 

Aproveite as ferramentas que o Youtube disponibiliza – Dentro da parte Youtube Studio você pode acessar a ferramenta que mostra as estatísticas e métricas para análise de resultados dos vídeos, assim encontrar de modo fácil o que precisa melhorar. Se o seu vídeo está alcançando muitas pessoas organicamente (sem patrocínio) mais vezes o próprio Youtube vai sugerir seu vídeo para outras pessoas que ainda não te seguem. Tudo para manter o máximo de pessoas possível mais tempo conectadas dentro da plataforma.

Outras utilidades deste campo é a biblioteca de áudios que você pode usar de fundo ou como música principal no seu vídeo sem correr o risco de bloqueios por direitos autorais. Personalização e até monetizar seus vídeos para ganhar dinheiro através dos views.

2º Facebook

A quem diga que o Facebook está falindo, mas ainda é a segunda rede social mais usada no Brasil, pois nada menos que 130 bilhões de usuários ativos usam em média 15hs mensais. Entre memes e fotos da família com certeza tem alguém entre essa multidão que vai querer comprar seu produto.

Integração do E Commerce com o Facebook – Uma das melhores coisas é a integração da sua loja on-line com a loja do Facebook, Instagram e WhatsApp Business. Usando o mesmo link você pode fazer seu cliente finalizar a compra através dessas plataformas facilmente.

Use o Facebook Audience Insights – Após criar sua conta de negócio no Facebook Business acesse Audience Insights (enquanto está disponível) e descubra o que seu público da sua fan page está buscando  na internet. Ali você vai encontrar as páginas mais curtidas, interesses, dados importantes do seu público alvo como região que estão concentrados para usá-los estrategicamente depois em anúncios patrocinados.

Planejamento de Posts- Dentro do Facebook Business também é possível acessar um planejamento gratuito de posts para usar no Instagram e Facebook, e atrair mais seguidores e clientes. 

3º WhatsApp

O WhatsApp pertence ao Facebook, e tamanha é a utilização no Brasil que viram-se obrigados a criarem em 2018 o WhatsApp Business para empresas, que já responde como uma grande rede social capaz de disseminar em minutos notícias, assuntos virais e principalmente as vendas em lista de transmissão.

A dica de ouro é comprar um chip exclusivamente para o atendimento empresarial e usar a versão Business. Ao cadastrar o mesmo número na sua página no Facebook e Instagram poderá trazer o cliente para um relacionamento mais próximo com grande chance de finalização de vendas.

Vantagens do aplicativo WhatsApp Business: A versão para negócios do app de mensagens permite usar algumas mensagens prontas para adiantar assuntos com o cliente, tem como cadastrar informações sobre: horário de atendimento, link para site, endereço com mapa, QR code para compartilhamento, e catálogo de produtos com a possibilidade de pôr o link de compra em cada item. 

É muito eficiente e facilita o atendimento. 

4º Instagram

Com forte apelo visual é um aplicativo em constante atualização para prender cada vez, e o máximo de tempo possível os espectadores. O Instagram é sem dúvidas a maior vitrine mundial de todos os tempos. É a melhor rede para demonstrar autoridade das marcas e desenvolver conteúdos para atrair novos seguidores.
E por falar em seguidores, alcançar a quantia de 10 mil seguidores não significa necessariamente que vai ter maior volume de vendas, mas vai dar status a sua marca e facilitar algumas funções como o ‘‘arrasta pra cima’’ nos stories e direcionar a pessoa para ver o seu site, ou até o seu canal no Youtube se desejar.

Posts – Capriche nas imagens. Espera-se excelentes fotografias de produto e de todo tipo de arte necessária em si, como design e harmonização do seu feed com a identidade visual da empresa. Se ainda não tem como investir em parceiros como fotógrafos profissionais e designs para as artes visuais, recomendamos usar ferramentas como o Canva para criar posts criativos e interessantes e fotografar de dia perto de alguma janela os seus produtos. E observe os melhores horários de postagens para que seu post seja curtido o mais breve possível e assim o Instagram mostre para mais pessoas.

Stories-  Aproveite esse espaço para mostrar não só seus produtos e serviços, como também para explorar um estilo de vida relacionado com o seu negócio. Outros temas a explorar são o making of, o processo de criação e produção dos seus produtos, os conteúdos que são interessantes repetir constantemente, nossa orientação é favoritar nos destaques para que seu cliente veja quando quiser novamente. O status tem a duração de 24hs. Quanto mais você conseguir aparecer em vídeo ou fotos, melhor será para gerar conexão do cliente com a empresa, porque humaniza e gera relacionamento com as enquetes, caixinha de perguntas. 

Use o Instagram Shopping- Sabe quando você clica sobre a foto de uma marca e já vê um balão clicável com o valor do produto? Isso é possível por meio da união da loja integrada ao Facebook. Normalmente após configurar a sua loja no Instagram já aparece a opção de sincronização. Se não aparecer, você deve solicitar pelo aplicativo do Instagram e aguardar o período de validação.

Hashtags- São bastante úteis no Instagram, pois ajudam os usuários a encontrarem seus produtos, eventos ou promoções. Use com moderação e evite hashtags que já tem muitas publicações porque facilmente seu post não aparecerá entre eles. 

Por enquanto ainda está sendo permitido usar no primeiro comentário do post, mas o mais indicado é no final da legenda. 

Rells- Devido a concorrência com a plataforma TikTok o Instagram tem tido atualizações constantes sobre as funções, adereços e ferramentas dentro do Rells. É um espaço para desenvolver vídeos criativos de 30 ou 15 segundos para gerar engajamento e de forma leve divulgar assuntos sobre seu nicho.

IGTV- Já o IGTV tem tido grande queda de visualizações se não for compartilhado uma prévia no feed. Os vídeos do IGTV podem ser LIVES salvas ou vídeos mais longos de a partir de 1 minuto (60 segundos).

E por falar em LIVES, é interessante fazer parcerias com influencers que tenham haver com sua marca e fazer lives sobre lançamentos, coleções, profissionais reconhecidos da mesma área que você atua de forma que falem do seu produto mesmo que indiretamente. Isto ajuda na crescente autoridade da marca e traz os seguidores da influencers para o seu negócio e assim serão os novos clientes. Anotou as dicas?

Fale com uma de nossas analistas e ative seu cadastro digital para revender e lucrar hoje mesmo!

Gostou das dicas? Se você é novo por aqui siga nosso canal no Youtube e ative o sininho para receber todos os nossos conteúdos semanais em primeira mão, ou inscreva-se no rodapé do nosso site para receber Emails de alertas sobre todas as nossas novidades na Fonzaghi.
Tem alguma dúvida sobre este assunto?

Deixa nos comentários que te responderemos e pode ser o tema do nosso próximo artigo.

Aqui na Fonzaghi nossas consultoras têm acesso a fotos e materiais de excelente qualidade para fazerem um catálogo digital no Whatsapp Business e revender da forma mais fácil e rápida pelo próprio celular.   

Além disso, temos artigos de apoio com conteúdos sobre nossos produtos que podem ser usados como base para criação de post de topo de funil (posts de conteúdo atrativo).

Quer vender online sem precisar de investimento? Vem pra Fonzaghi!

Converse agora com uma de nossas analistas pelo nosso WhatsApp.


Copyright 2021
E-MAIL
CHAT
+
TOPO